06.03.07
Em Venha o teu Reino, existe uma ordem lógica nas petições.
Primeiro, o desejo que o nome de Deus seja santificado, glorificado entre os homens, mas depois pensamos não é isto que acontece! Porquê? Qual a razão pela qual os homens não se prostram perante Deus?
Pecado. Porque o deus deste século é Satanás, porque os homens abandonaram Deus (Rom.I).
O que Jesus nos ensina é que oremos para que o reino venha, se manifeste. O que é o Reino? Reinado de Deus, da Sua Lei e Governo.
3 perspectivas:
O Reino já veio – quando Jesus esteve na terra (Lucas11:20), o Reino consistiu no Poder de Deus, majestade e soberania exercidos por Cristo.
O reino de Deus está aqui, no coração e vida de todos os que se submetem a Cristo.
Reino de Deus virá com a segunda vinda e os novos céus e nova terra.
Assim quando oramos venha o teu reino desejamos que o reino de Deus chegue ao coração dos homens, desejo que Deus reine na vida de muitos, nos nossos corações (reina em mm), é o desejo que o Reino de Deus seja visível e real nas nossas vidas e na de outros.
Venha o teu reino é, então também, uma oração missionária, oração para a conversão de almas que ainda não conhecem Deus e o seu evangelho. Daí a ligação lógica da petição anterior. Quantos mais o conhecerem, mais o santificarão o nome.
O desejo da Igreja é que Cristo venha, Apocalipse 22.17.20.

Parece que a mensagem/conclusão é que antes de me preocupar comigo me preocupe com Deus, com a Sua glória, ter um desejo ardente pela vinda de Cristo, que o nome de Deus seja honrado e glorificado.

Com tudo isto dito, parece natural que a terceira petição seja que a vontade de Deus seja feita, a vinda de Cristo, do Reino de Deus é o cumprimento da vontade divina entre os homens.
Existe uma diferença entre céu e terra, no céu a vontade de Deus é sempre cumprida, isso não acontece na terra. Deveríamos tentar cumpri-la.
Como é que Jesus nos ensina a orar?
A oração do Pai Nosso leva-nos a concluir que o nosso desejo íntimo seja o de anelar pela honra e glória de Deus.
João 17.25 – Cristo reconheceu tragédia deste mundo, que em pecado não (re)conheceram Deus.
Se eles ao menos Te conhecessem. Deve ser este o nosso desejo, conhecer e dar a conhecer o nosso Deus.
3 primeiras petições levam-nos ao agradecimento e adoração, devo conhecê-lo de tal modo que o meu desejo seja que os outros também o conheçam.
“Ide e pregai o evangelho” por quem ele é, pela sua salvação, pelo seu amor, pela adoração que eu lhe devo dar.

Depois da adoração temos a petição. Petição concernente aos meus desejos e necessidades.
Lloyd-Jones diz que nestas 3 petições todas as nossas necessidades estão incluídas – necessidades físicas, mentais e espirituais.
Temos os desejos do nosso corpo, da nossa alma/relacionamentos, e os espirituais.

Depois de nos ensinar que Deus deve ser santificado e glorificado, que devemos proclamá-Lo Jesus avança para o nosso corpo, para as minhas necessidades espirituais.
3 petições podem ser descritas como
1- a minha vida física é a base da minha existência, estou orar sobre uma face da minha existência, que é a base de toda a minha existência. Sem vida nada posso fazer
2- Mas se viver alheado de tudo o resto, espaço espiritual, essa vida não será nada de jeito. João 17.3/João 10.10 – importância da vida espiritual e da comunhão com Deus, só sou verdadeiramente feliz quando sou salvo e adoptado por Deus I João 1.4
3- A partir deste momento reconheço que há coisas que impossibilitam essa comunhão, o meu pecado e devo manter esse relacionamento através do perdão de Deus em Cristo Jesus.

Pão Nosso de cada dia – Aquilo que me é necessário ou suficiente para cada dia. O Pão era/é considerado como o alimento mais básico para a sustentação de vida. (Pão e Água). Parece-me que o que se fala aqui não é só de comida, mas de todas as minhas necessidades físicas e materiais para que eu possa levar a acabo a minha vida. O que é necessário ou suficiente para cada dia.
Como Deus é bom, Jesus ensina-nos que este Deus, Pai Nosso, se preocupa connosco diariamente, com as minhas necessidades diárias. Deus sustenta-me diariamente. Deus conhece o número dos meus cabelos, mas com todo o seu poder como não conheceria, mas esta é mais uma prova de que ele se preocupa comigo.
Isaías 57.15 – o Deus alto e sublime preocupa-se comigo.
Deus está interessado na Sua glória, no seu reino, na sua divina vontade, mas eu, um gafanhoto (Isaías 40) aos seus olhos, sou importante o suficiente para ele me dar o pão nosso de cada dia.
O Pão nosso de cada dia parece indicar as minhas necessidades e não os meus desejos. Deus abençoa bem mais do que aquilo que peço ou espero.
David Salmo 37.25 – Muitas vezes não oramos por aquilo que precisamos, mas por aquilo que caprichosamente desejamos, esquecendo a primeira parte da oração. Nem sempre aquilo que eu desejo está de acordo com a Vontade de Deus.
Muitas vezes Deus não vai responder Às minhas orações, estejamos atentos e em vez de culpar Deus vejamos porque ele não nos tem dado o que pedimos, mas continuemos a pedir ainda assim, alterando as nossas orações e vendo o amor de Deus que quer que nós lhe peçamos.
A oração é contacto directo com Deus, orar é reconhecer que Deus é Deus, que el sabe do que eu preciso antes mesmo de lhe pedir. Alguém descreveu oração como fazer alguma coisa em conjunto. Orar é reconhecer o meu lugar e o lugar de Deus, que tudo o que Deus me dá é já demais, reconhecer que Deus me ama e se preocupa comigo.
Se Deus quiser reter o que pedimos, nada podemos fazer, Ele é soberano, a minha vida, casa, alimentos, família, saúde são dádivas de deus e dependemos da sua graça e misericórdia.
O Pão nosso de cada dia nos dá hoje.
Nota:todos estes estudos são esboços...não resultado final!
publicado por wherewego às 16:56

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Março 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
17

18
22
24

25


arquivos
2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2007:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2006:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2005:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2004:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


pesquisar
 
comentários recentes
"Pandev nao mentiu" "Pandev no mintió"
Jornalistas desportivos madrilenos desrespeitam DI...
Don Andrés Amorós Guardiola.....¿Mourinhista?
forcinha amigo :)
se calhar eles arrumam as coisas por secções: mass...
olha que tu também tens as tuas taras a arrumar co...
Já eu tenho no policial um dos meus géneros de ele...
Policiais nunca foi algo que me atraísse muito par...
Na minha opiniao, investir em gato fedorento é sem...
ah... a riqueza de descrever as coisas simples! go...
subscrever feeds
blogs SAPO