25.11.04
o http://www.coisasbreves.blogspot.com/ comentava, acerca do meu post O Novo Big Brother, que este deveria ter sido escrito sobre o título de ridículo e não insignificante. Não porque ele achasse a atitude da direcção do SLB de ridícula, mas os meus comentários de ridículos. A minha resposta foi não dar resposta, em termos de futebolite não se discute, abaixasse as orelhas, no entanto não é esta a atitude do Ministro Adjunto do Primeiro-Ministro, Henrique Chaves. Hoje em visita ao Porto (Cidade) comentou que não lhe passa pela cabeça ver o DVD do jogo, facultado pelos benfiquistas, acrescentando que só o não deitou pela janela fora por delicadeza!!! Esclareceu que recebeu o SLB como receberia outra qualquer entidade que o requeresse, deu a entender que tem mais que fazer do que ouvir as queixinhas dos dirigentes desportivos, ressalvando que não estava desiludido com os dirigentes encarnados porque acredita que fizeram o que achavam melhor.
Concluindo, cuidado com o que passam cá para fora. Este governo já mostrou demasiaado fragilidades para se deixar levar pelo sensacionalismo barato, o que foi apresentado como uma grande intervenção junto do governo foi hoje encarado como falta de senso por parte do Ministro.
Rídículo? Eu concordo com o Ministro, DEFINITIVAMENTE!
publicado por wherewego às 14:34

Começou...

Ou melhor...recomeçou.

Não tive a televisão ligada de manhã, de propósito, acrescente-se. Consigo ver o interesse do caso para jornalistas e população em geral, mas também consigo ver as causas do desinteresse geral. Em Portugal é comum a ideia de que os importantes não vão para o "gaveto". Há sempre interesses, conflitos, e dinheiros escondidos, enfim... o povo está habituado.



Por outro lado, estou farto do jornalismo cinzento português. Acho que em pouco mais de 10 anos passámos dum extremo ao outro. Passamos duma informação mais séria e talvez menos isenta (não sei se isto será bem verdade), para uma informação espectacular e popularucha.

Exemplo? Telejornal Sic, hora de almoço - vejo uma reportagem sobre as horas a que o Carlos Cruz saiu de casa, quanto tempo demorou até ao Tribunal e os seu estado de espírito. Para quê? Qual a lógica destas notícias? São jornalistas, mas por vezes querem ser tudo o mais (médicos, psicólogos, sociólogos, terapeutas vários, comediantes, etc.). Estou farto deste jornalismo raso, dependente de outros factores que não o da notícia em si.

Alguém concorda comigo?

publicado por wherewego às 14:26

Fui alertado pela ASA que o mail do perfil não estava a funcionar. Pronto, o problema já está resolvido!

Daqui para diante, espero, todos os mails chegarão até mim...

De qualquer modo o meu mail está escrito no post anterior.

publicado por wherewego às 01:47

Quero agradecer à ASA pela contribuição e leitura deste blog. Não sou brasileiro, nasci neste país chamado Portugal, numa cidade conhecida como Barreiro. Quanto à escrita...deixemos para outra altura:)

Vamos por pontos:

Quem quiser mandar algum mail directamente para a fonte, aqui fica a morada: tiagofalcoeiras@hotmail.com , pronto ASA, agora não tens desculpas:p

Traduções de Pessoa em grego, desconheço a sua (in)existência, mas não fico tão surpreendido como tu.

Gostei de ver que, por uma vez, alguém respondeu a um desafio meu. Li atentamente a tua lista.Só conheço o Chico Buarque, mas não li o Budapeste. Manda um mail e podermos discutir literatura:p



Fica aqui o blog da ASA: http://featherslice.blogspot.com/



Ps. a minha namorada também tem ideias de transformar o lixo em arte, bem como em aproveitar tudo o que possa ser reutilizável. Pena que não se ache coisas tão giras ou interessantes por aqui.

publicado por wherewego às 01:37

Descobri isto ontem. Não acredito nem deixo de acreditar. Estou farto deste caso e não me parece que isto vá a algum lado.

Para quem quiser uma versão alternativa do Caso Casa Pia



Leiam



um blog neste servidor com o nome de muimentiroso

atenção, ele mesmo diz no título ser(?) muimentiroso. A ler com peso, conta e medida.

publicado por wherewego às 01:03

24.11.04
Li há uns tempos um livro que tinha algumas "anedotas" de Churchill, pequenos exemplos do humor e cinismo do ex-Primeiro Ministro inglês. Não sei qual o livro e lembro-me mal e incompletamente das histórias. Se algum leitor quiser compartilhar algumas histórias de Churchill não hesite em enviar algumas até aqui.



Obrigado



Tiago

publicado por wherewego às 15:11

Há uma grande diferença entre negar coisas a mim mesmo e negar-me a mim mesmo!

publicado por wherewego às 15:10

Quero nos tempos mais próximos ir escrevendo memórias da infância, da escola, do que pude viver até aqui. Memórias soará a presunção, mas sei que aqui as minhas recordações não morrerão e poderei voltar a elas, servirão também para me conhecerem um pouco melhor.



publicado por wherewego às 15:07

Serve este post para agradecer á minha prima Renata, que das terras de Vera cruz me enviou as melhoras e para escrever sobre o que ela me pediu. O livro chamado Cultura de que falei há um post atrás.



Tenho de confessar que estava excitado. Fiquei com imensa vontade de ler, e de aprender um pouco mais. E li, acabei o capítulo onde o autor fazia a apresentação do livro e descrevia o tratamento de cada capítulo (assuntos, temas, balizações, e outros...) e comecei a ler o 1º Capítulo propriamente dito. Este começa com a Mitologia Grega e com uma breve resenha da história bíblica. Aqui fui levado a construir um muro entre a minha consciência e tudo o que leia neste livro.



A razão disto dou já a seguir:



- Tive uma cadeira no meu último ano de curso, que me ficará para a vida, Cultura Clássica Grega. Tenho de agradecer a quem a leccionou, mas também ás obras onde fui beber aquilo que sei. Mais do que cultura, penso que aprendi um pouco do pensar e sentir gregos. A breve resenha da mitologia grega neste livro (Cultura) é-me pouco familiar em alguns pontos, sem ter ainda tempo de confirmar tudo o que li, penso que há aspectos que foram deturpados, o que rapidamente me retirou interesse pela obra.

A seguir vieram algumas páginas acerca da Bíblia. A cultura é o que é e vale o que vale, mas penso que numa obra destas e tendo em vista o objectivo do autor, os comentários pessoais e a forma como são feitos devem ser feitos da maneira mais isenta possível sob risco de induzir os leitores em erro. Penso que é isto que acontece, não tenho nada contra os comentários pessoais, mas penso que do que li até agora tudo passa uma ideia ligeiramente diferente da realidade (mitológica e exegética).

Não vou desistir, mas como estou a ler 4 ou 5 livros, parece que este vai ter de se esforçar para se manter na corrida.





publicado por wherewego às 14:51

23.11.04
Pois é...nem eu sei o que tenho, mas a verdade é que passei a tarde toda debaixo dos lençóis a tremer e com dor de cabeça - espero voltar amanhã.

Abraços e beijinhos



Tiagão

publicado por wherewego às 20:04

mais sobre mim
Novembro 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9

15
16
18


28


arquivos
2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2007:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2006:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2005:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2004:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


pesquisar
 
comentários recentes
"Pandev nao mentiu" "Pandev no mintió"
Jornalistas desportivos madrilenos desrespeitam DI...
Don Andrés Amorós Guardiola.....¿Mourinhista?
forcinha amigo :)
se calhar eles arrumam as coisas por secções: mass...
olha que tu também tens as tuas taras a arrumar co...
Já eu tenho no policial um dos meus géneros de ele...
Policiais nunca foi algo que me atraísse muito par...
Na minha opiniao, investir em gato fedorento é sem...
ah... a riqueza de descrever as coisas simples! go...
subscrever feeds
blogs SAPO