15.01.06
Hecatombe passou para o nosso linguajar como uma desgraça. Inicialmente referia-se à morte/sacrifício de 100 touros.
Ao ver o jogo do FCP na Amadora lembro-me da palavra, parece-me um sacrifício, não de touros mas de 11 jogadores demasiado cansados e sem alma.

PS. Ó Baía, belo franguinho. Fizeste-me lembrar o Ricardo. Ainda se assim fosses à selecção...
publicado por wherewego às 21:39


Nódoa.
Buraco Negro.
Burro.
Mau damais para ser verdade.
Tosco.
Sem classe.
Meu querido Jorge Costa.
Ai, ai, ai.
Ninguém parte as duas perninhas a esta pobre criatura?
O Mr. Co ainda não viu que esta pobre aventesma não percebe nada disto?
É isto um defesa central?

Posted by Picasa
publicado por wherewego às 21:37


Posted by Picasa
publicado por wherewego às 16:26

TU DISSESTE
[Adolfo Luxúria Canibal / Miguel Pedro]

Tu disseste "quero saborear o infinito"
Eu disse "a frescura das maçãs matinais revela-nos segredos insondáveis"
Tu disseste "sentir a aragem que balança os dependurados"
Eu disse "é o medo o que nos vem acariciar"
Tu disseste "eu também já tive medo. muito medo. recusava-me a abrir a janela, a transpôr o limiar da porta"
Eu disse "acabamos a gostar do medo, do arrepio que nos suspende a fala"
Tu disseste "um dia fiquei sem nada. um mundo inteiro por descobrir"
Eu disse "..."
Eu disse "o que é que isso interessa?"
Tu disseste "...nada"
Tu disseste "agora procuro o desígnio da vida. às vezes penso encontrá-lo num bater de asas, num murmúrio trazido pelo vento, no piscar de um néon. escrevo páginas e páginas a tentar formalizá-lo. depois queimo tudo e prossigo a minha busca"
Eu disse "eu não faço nada. fico horas a olhar para uma mancha na parede"
Tu disseste "e nunca sentiste a mancha a alastrar, as suas formas num palpitar quase imperceptível?"
Eu disse "não. a mancha continua no mesmo sítio, eu continuo a olhar para ela e não se passa nada"
Tu disseste "e no entanto a mancha alastra e toma conta de ti. liberta-te do corpo. tu é que não vês"
Eu disse "o que é que isso interessa?"
Tu disseste "...nada"
Eu disse "o que é que isso interessa?"
Tu disseste "...nada"


Pois é, eu gosto de Mão Morta, para mal de muita gente, incluindo a minha namorada. Gosto desta música e acho a letra interessante. Fez-me lembrar um conto da Virginia Wolf sobre uma mancha na parede e ao mesmo tempo fez-me lembrar a campanha eleitoral. Quase que podíamos perguntar aos políticos "o que é que isso interessa" e ouvi-los dizer quase num sussurro "nada"...
publicado por wherewego às 16:18


Este é o novo fato (costume) do Homem Aranha. Não sei quanto tempo durará.
O que é que acham? Eu não gosto, pronto, já disse, não gosto! Posted by Picasa
publicado por wherewego às 16:12

mais sobre mim
Janeiro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

18
20

24



arquivos
2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2007:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2006:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2005:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2004:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


pesquisar
 
comentários recentes
"Pandev nao mentiu" "Pandev no mintió"
Jornalistas desportivos madrilenos desrespeitam DI...
Don Andrés Amorós Guardiola.....¿Mourinhista?
forcinha amigo :)
se calhar eles arrumam as coisas por secções: mass...
olha que tu também tens as tuas taras a arrumar co...
Já eu tenho no policial um dos meus géneros de ele...
Policiais nunca foi algo que me atraísse muito par...
Na minha opiniao, investir em gato fedorento é sem...
ah... a riqueza de descrever as coisas simples! go...
subscrever feeds
blogs SAPO