18.09.06

Crítica a Blade, The TV Series, aqui. Posted by Picasa
publicado por wherewego às 20:06

Até os cristãos marcam golos. São é com a mão!!! Depois queixam-se das perseguições...
publicado por wherewego às 19:04

Lembram-se do Marcos?
A semana passada fui à festa de anos duma prima, e lá estava ele.
Correu para mim, e gritou: -Tiago, Tiago, ainda não me esqueci das palavras que me ensinaste.
-Não? – respondi eu, olhando para o lado.
Chamei o Joca e disse ao Marcos.
-Marcos, o Joca é um....
-...energúmeno!!
-Boa! E sofre de....
-...incontinência verbal!
O Joca, atarantado com a capacidade semântica, do gaiato sorriu, e eu olhei para o lado, sorri também e chamei a minha Tia Rosa.
-Marcos, a Rosa é uma...

Pois, continuo a divertir-me com o Marcos. O gaiato vai longe, vai, vai.
publicado por wherewego às 10:49

Studio 60 traz de volta Aaron Sorkin, o autor de Sports Night e West Wing.
Mais uma vez, Sorkin regressa ao mundo da televisão e a um talk show (Sports Night).

O primeiro episódio é, como não poderia deixar de ser, muito bem escrito, cheio de humor e critica abertamente a vacuidade dos telespectadores e a baixa qualidade dos programas exibidos pela televisão, no geral.
Tudo começa quando o apresentador de um talk show decide, em directo, falar acerca do que vai mal na televisão, e da forma como os espectadores são lobotomizados por esta.
Num monólogo directo e ácido, critica as pessoas que querem ser como o Donald Trump, ou que ganham (ou tentam) dinheiro por comer vermes, realities shows em que se tenta vender sexo com a própria irmã, e aí por diante.

De nada, vale a pena continuar a lista. Liga a televisão, sintoniza um qualquer canal e faz a tua própria.

Como seria de esperar, depois desta pequena diatribe, o homem é despedido.
A nova presidente decide entrar no jogo e ir buscar a anterior equipa técnica (guionista e realizador) do talk show para pegar de novo no programa. (haverá semelhanças entre este episódio e a saída de Sorkin de West Wing?)
É esta a premissa de Studio 60, e a avaliar pelo piloto vai valer a pena. Ainda tenho pena de West Wing ter terminado, e encaro as primeiras 4 séries, escritas por Sorkin, pelo melhor que se fez, faz ou fará em televisão. Daí que a qualidade deste piloto me faça salivar.
Se Sorkin escreveu o que escreveu sobre política, o que fará ele partindo da televisão?
Todos os episódios terão convidados, uns para a entrevista, outros para o número musical. Os convidados do talk show serão pessoas reais, e a entrevista aproveitará a realidade, ou seja, será um misto de ficção com realidade, o que me abre ainda mais o apetite.
publicado por wherewego às 10:40

mais sobre mim
Setembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10

22

25
29
30


arquivos
2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2007:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2006:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2005:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2004:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


pesquisar
 
comentários recentes
"Pandev nao mentiu" "Pandev no mintió"
Jornalistas desportivos madrilenos desrespeitam DI...
Don Andrés Amorós Guardiola.....¿Mourinhista?
forcinha amigo :)
se calhar eles arrumam as coisas por secções: mass...
olha que tu também tens as tuas taras a arrumar co...
Já eu tenho no policial um dos meus géneros de ele...
Policiais nunca foi algo que me atraísse muito par...
Na minha opiniao, investir em gato fedorento é sem...
ah... a riqueza de descrever as coisas simples! go...
subscrever feeds
blogs SAPO