24.01.09
AAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH!!!!!
Não. Desculpem.
AAAAAAAAAAAGGGGGGGGGGGGGHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH!!!!!
Hum....
Está melhor...
publicado por wherewego às 18:51

22.01.09
Talvez na tentativa de ajudar o Record a fazer capas ainda mais garridas a equipa do Benfica tem ajudado com comentários esta semana.
Ontem ou anteontem foi Luisão. Ele, que também foi apanhado com um belo dum grão na asa, dizia acerca de Grimi: Acontece todos os dias.
E eu a pensar que ele tinha aprendido a lição. Que tal uma brigada de trânsito no seixal a ver se controlam o carequinha?

Hoje foi Quique. Diz o treinador do Benfica, em relação aos árbitros: Entendo-lhes a mão.
O que é bonito.
Uma relação de equidade, tu estendes, eu estendo.
Eu gosto deste ambiente.
tags:
publicado por wherewego às 16:43

E metê-los todos num barquinho, era de homem não era?
Era, era!

(foto retirada do maisfutebol.iol.pt)

Gosto da legenda em baixo - Todos pelo futebol. Vão é plantar batatas...
publicado por wherewego às 16:33

Vaquinhas em Lisboa, no meio do trânsito, numas cercas bem pequenas, durante alguns dias, a ver passar milhares de meios de transporte movidos a derivados do petróleo.
Se elas vieram dos Açores, tadinhas, nunca mais vão dar nada. Duvido que voltem a dar leite e a carninha deverá ser bem nervosa.

Onde andam os defensores dos animais?
publicado por wherewego às 11:48

O tempo é de avaliações. Paradoxo interessante este o de avaliar num lado, e ser avaliado noutro.
Ontem, fomos matar saudades ao Starbucks, que tínhamos visitado numa encarnação escocesa (em Inverness).
Atendimento personalizado, simpático e a minha escolha foi mais interessante do que na capital das Highlands. Os frapucinos estão aprovados.
Entretanto, meia hora para começar a ver uma nova compra, a série inglesa Wire in the Blood. Do pouco que vi, só posso dizer UAU!Isto é muito bom, muito bom mesmo.
See ya...
publicado por wherewego às 11:10

14.01.09
O Cardeal Patriarca de Lisboa sobressaltou grande parte da blogosfera. Como? Porquê? Seguindo os preceitos bíblicos, ainda que dando um caso concreto. Os católicos não devem casar com muçulmanos.
Poucos serão os evangélicos que nunca terão ouvido pregações ou admoestações sobre casamento com descrentes, ou crentes noutros credos.
A Igreja não deve ser um clube. Se a tomam como tal, podem fazer o que quiserem, claro! Se acreditam na doutrina (e aqui faço distinção ente o que a Bíblia diz e o que a Igreja diz. Problema comum a todos os espectros cristãos, de católicos a protestantes, até aos neo qualquer coisa) bíblica, então o caso muda ligeiramente de figura. Fé não é só crença, é também acreditar num conjunto de preceitos. E aqui a escolha é fácil (doce paradoxo, também é difícil), ou se acredita ou não. Uma fé à nossa medida, tirando e recortando o que não nos interessa, é uma anedota, uma miragem, uma mentira.
Ora o problema é prático, e tem a ver com a vivência diária cristã.
Claro que o exemplo choca mais porque o Cardeal decidiu dar nomes, mas não será totalmente diferente entre o casamento de um crente com um outro qualquer descrente.
De qualquer modo, parece-me que o aviso só tem interesse quando acompanhado pela ideia de prática/vivência diária. Não acredito que para os católicos/evangélicos de herança cultural isso seja um problema, não estão a viver a fé ou pela fé. Para os outros, crentes activos, o caso é mais sério. E tem trazido dissabores.
Claro que aqui, como em outros temas, a cultura dominante encara a doutrina bíblica como ultrapassada, e a cultura dominante como tolerante, ideal e mais humana. Leiam I Coríntios, e vejam o quadro todo.
publicado por wherewego às 16:12

13.01.09
Cristiano Ronaldo ganhou alguma coisa?
É que o Sporting integra-se na vitória; Alberto João Jardim também, a política de desporto da Madeira teve um papel preponderante (pena que só tenha feito um atleta de jeito); Madaíl, como não podia deixar de ser, também mete um garfo na bola; os portugueses, orgulhosos, acham que também fazem parte do prémio; Sócrates, emocionado, já pensa em marketing para acabar com a crise, tendo Ronaldo como actor principal.
Pergunta: o CR7 fica com alguma glória do que ganhou? Na vitória há sempre 1001 actores a quererem ficar com um pouco da glória do vencedor.
Pergunta 2: Alguém por aí que se identifique com a arbitragem do senhor Paulo Baptista? Alguém que não os Benfiquistas, claro, que se identificaram mais com a equipa de arbitragem do que com do seu clube.
Façamos parte ds momentos bons, vitoriosos, cheios de engenho e arte a que somos totalmente alheios, mas estejamos mais presentes nos momentos corriqueiros, de desilusão ou incompetência.
publicado por wherewego às 11:44

12.01.09
Ontem, a fazer zapping, passei pela BenficaTv.
Fico na dúvida se devo rir ou chorar. Sempre que há um jogo na Luz, há uma emissão especial, sem imagens do jogo, mas com imagens ou dos comentadores ou dos espectadores, e de vez em quando dos bancos das equipas.
Por si só já é triste, mas se a televisão estiver com o som ligado, a coisa assume um aspecto circense.
Desde chamar nomes ao árbitro, gozar com os jogadores adversários e tentar elevar a prestação da equipa, vale tudo. Tudo mesmo.
É um espectáculo triste, que não abona a bem da verdade, nem de quem o faz. Aquilo não é informação. É uma tristeza.
Claro que o panorama do desporto nacional ajuda à coisa. Clubismos à parte, e do pouco que tenho visto, os árbitros deviam fazer humor profissionalmente. As arbitragens têm sido más, piores que o normal, e tudo o que os responsáveis possam dizer já não interessa.
Depois de uma semana a chamar nomes às cúpulas da arbitragem, o Benfica desceu à terra e fechou-se. De arbitragem não falamos, aliás, nunca falamos, dizia ontem Quique. Pois...
Aparentemente, o Porto foi roubado, o Benfica beneficiado. O normal, há sempre, todas as jornadas, uma ou outra equipa que tem que se queixar do árbitro. Infelizmente, não é excepção, é a regra.
Continuo a achar que o senhor, que normalmente veste de preto, continua a ser demasiado defendido, e resguardado. Um sopapo ou dois, virtuais, claro, de quem dirige a arbitragem só faria bem. É que faltará pouco tempo para passar à realidade, e aí o problema será maior.
Quanto a mim, cada vez mais opto pelo Futebol Americano. tem mais tempo útil jogado, a arbitragem é menos tendenciosa, e as equipas valem pelo que fazem.
publicado por wherewego às 11:02

08.01.09
Aproveitando um voucher de 10 euros, compro Tudo o Que Não Escrevi, de Eduardo Prado Coelho, por 11 euros.

Estou à espera do A Guerra da Civilização, de Robert Fisk, na versão inglesa.
A versão portuguesa, capa dura, custa cerca de 40 euros. Na amazon ficou-me por menos de dez libras, já com portes, mas sem a capa dura. Paciência!
publicado por wherewego às 12:47

Chegaram até nós versões limpas dos contos dos Irmãos Grimm. (in)felizmente.
Ainda temos acesso (limitado e complicado) aos contos originais dos Irmãos, mas o que passou para a nossa cultura foi a versão higiénica e moral.
No entanto, dei por mim a pensar se as crianças de hoje ainda se relacionam com estes contos, vindos de uma outra era, com outros costumes.

Peguemos no famosíssimo Capuchinho Vermelho. Qual seria a mãe que hoje enviaria a sua filha a fazer um longo trajecto, sozinha, para levar comida à avó? Provavelmente, a personagem principal seria alguém dos Serviços Sociais, ou a provecta senhora estaria num lar. E lobos? Ainda os há? Haveria nesta versão moderna?
Volto à explicação psicanalista, relembrada sempre pelas aulas de Maria Bello, o vermelho seria a cor da menstruação, "Porque é que vocês acham que o lobo a queria comer?"
Volto e regresso.
Lenhadores estão em extinção, caçadores ainda os há, mesmo fora da época legislada para tal.
Os contos infantis hoje teriam novas caras, novas situações, novo contexto, provavelmente, novos paradigmas.

Voltaremos a outros contos.
publicado por wherewego às 11:34

mais sobre mim
Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
15
16
17

18
19
20
21
23

25
26
27
31


arquivos
2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2007:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2006:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2005:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2004:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


pesquisar
 
comentários recentes
"Pandev nao mentiu" "Pandev no mintió"
Jornalistas desportivos madrilenos desrespeitam DI...
Don Andrés Amorós Guardiola.....¿Mourinhista?
forcinha amigo :)
se calhar eles arrumam as coisas por secções: mass...
olha que tu também tens as tuas taras a arrumar co...
Já eu tenho no policial um dos meus géneros de ele...
Policiais nunca foi algo que me atraísse muito par...
Na minha opiniao, investir em gato fedorento é sem...
ah... a riqueza de descrever as coisas simples! go...
subscrever feeds
blogs SAPO