16.12.04
E já há muito tempo que um livro não demorava tanto a ser lido!

Já ando com o American Gods do Neil Gaiman debaixo do braço há 2 semanas.

É estranho e normal como tudo o que Neil Gaiman escreve. Fala do dia a dia e coloca pequenas prosas no meio do texto cheias de banalidades, mas ao mesmo tempo é demasiado complexo para definir e explicar!

Vou tentar explicar a trama. Um homem sai da prisão mais cedo porque a sua mulher morreu. É interpelado por um homem que o quer contratar. Esse homem é um deus, e encontra-se numa missão. Reunir todos os deuses da velha guarda para lutar contra os novos deuses (internet, media, etc).

Qais os deuses da velha guarda? Todos aqueles que fazem parte da cultura dos povos que foram para a América. Preparem-se para deuses hindús, sul americanos, irlandeses, nórdicos, egípcios, já apanharam a ideia).

Do que se passa no meio é preciso ler, mas aviso já é para corações forte e pacientes. MAs vale a pena.



Xaxau



portem-se bem

publicado por wherewego às 21:49

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Dezembro 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
14
15
17
18

22
23
24
25

26
27
29
30
31


arquivos
2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2007:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2006:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2005:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2004:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


pesquisar
 
comentários recentes
"Pandev nao mentiu" "Pandev no mintió"
Jornalistas desportivos madrilenos desrespeitam DI...
Don Andrés Amorós Guardiola.....¿Mourinhista?
forcinha amigo :)
se calhar eles arrumam as coisas por secções: mass...
olha que tu também tens as tuas taras a arrumar co...
Já eu tenho no policial um dos meus géneros de ele...
Policiais nunca foi algo que me atraísse muito par...
Na minha opiniao, investir em gato fedorento é sem...
ah... a riqueza de descrever as coisas simples! go...
subscrever feeds
blogs SAPO