19.03.07



It Happened One Night (Uma Noite Aconteceu) de Frank Capra ganhou vários Óscares em 1934. Venceu nas categorias de melhor filme, melhor actor, actriz, melhor realizador e melhor argumento adaptado. Foi durante imensos anos o único filme a ganhar estas 5 estatuetas.

É um dos melhores filmes de Capra e um clássico do cinema. Uma das primeiras Screwball Comedies, lançou as raízes para as inúmeras comédias românticas ao longo dos anos. Clark Gable e Claudette Colbert são os protagonistas desta comédia inesquecível.

Ellie (Colbert) é uma herdeira rica que foge do pai, por este ser contrao seu casamento com um aviador. Foge para se encontrar com o marido/noivo e na viagem recebe a ajuda de Peter Warne (Gable), jornalista caído em desgraça e que a ajuda em troca do furo jornalístico. Enquanto fogem (a pé, de carro, de autocarro) dos detectives contratados pelo pai de Ellie, apaixonam-se um pelo outro. Até ao fim é uma mistura de peripécias e desentendidos.

Uma Noite Aconteceu tem algumas das cenas clássicas da história do cinema e algumas curiosidades. A personagem de Peter Warner, ao comer cenouras e a falar rapidamente enquanto o faz, foi uma das inspirações na criacção de Bugs Bunny.
Depois há as "muralhas de Jericó", em que as personagens dormem juntas no mesmo quarto divididos por uma manta (a muralha), muralha que caírá no final do filme. Belos eram os tempos em que em vez de se mostrar, dava-se a entender.

E a cena da boleia, que dizer? Só por si merece que o filme seja visto. Simples, bem humorada e brilhante. É de pura antologia. E o final mostra já uma certa mudança de paradigma, se não do papel da mulher, pelo menos da mulher no cinema e da própria linguagem cinematográfica.
Diz-se que depois de uma cena de Gable, em que este se despe mostrando a ausência de roupa interior, a venda destas sofreu uma quebra enorme.

Longe vai o tempo em que o cinema, até o mais simples, mudava a cultura e a maneira de ser dos seus espectadores. Claro que ainda hoje há uma certa influência, mas os primeiros tempos forma os mais marcantes.

Um filme que marcou a época em que estreou, e que nos marca também ainda hoje. O cinema clássico como hoje já não se faz, infelizmente. Um filme sem grandes pretenciosismos, mas que mostra uma época e cultura, e que me faz ter vontade de comprar mais alguns clássicos a preto e branco.
publicado por wherewego às 12:54

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Março 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
17

18
22
24

25


arquivos
2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2007:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2006:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2005:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2004:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


pesquisar
 
comentários recentes
"Pandev nao mentiu" "Pandev no mintió"
Jornalistas desportivos madrilenos desrespeitam DI...
Don Andrés Amorós Guardiola.....¿Mourinhista?
forcinha amigo :)
se calhar eles arrumam as coisas por secções: mass...
olha que tu também tens as tuas taras a arrumar co...
Já eu tenho no policial um dos meus géneros de ele...
Policiais nunca foi algo que me atraísse muito par...
Na minha opiniao, investir em gato fedorento é sem...
ah... a riqueza de descrever as coisas simples! go...
subscrever feeds
blogs SAPO