16.01.08
Mais um livro lido. Mais um livro de Henning Mankell e de Kurt Wallander, o polícia de Ystad.
Li a contragosto Dephts, também de Mankell. Cheguei ao fim com um leve sabor agri-doce na boca. Se por um lado estão lá todas as características presentes na colecção de Kurt Wallander, por outro, falta a paisagem da Skania e as personagens que aprendi a gostar. Achei-o demasiado grande, ainda que duro e dorido. Mas li mais por militância do que por prazer.
Depois descobri que este Firewall me tinha passado ao lado, e entre contos de Kurt Wallander (La Piramide numa edição espanhola), e resolvi voltar ao sul da Suécia.
E ainda bem que voltei. Firewall deve ser um dos melhores livros da série e o último romance da série, pelo menos por enquanto e cronologicamente, já que depois destes Mankell escreveu The Return of the Dancing Master (em que introduz Stefan Lindman, polícia em Boras, que entrará em Before the Frost) e Before the Frost (o primeiro romance em que Linda Wallander é personagem principal, embora o seu pai apareça muito ao longo do romance).
Firewall funciona a espaços como um resumo da matéria dada, já que Wallander ou o autor vão recordando muitos acontecimentos de outros livros, ao mesmo tempo que se mostra Wallander ainda mais nervoso, em busca de uma nova mulher na sua vida e com dificuldades no relacionamento com os seus colegas. Por outro lado, Firewall desnuda Wallander face ao mundo novo em que vivemos, o mundo das tecnologias, mas não só, que ele pouco entende.
Uma morte acidental, e um homicídio despoletam a acção deste romance, levando Wallander, mais uma vez, a questionar a natureza humana e os motivos por trás dos crimes.
Uma das melhores, (ah! que se lixe) a melhor série policial à venda de momento, e será um crime se não passarem os olhos por esta obra prima do género policial.
PS. Este senhor é um dos actores (há vários projectos) que faz de Wallander. E com ele já vi dois filmes que valem muito a pena, suecos, mas à venda no ebay, com legendas em inglês.
Parece que a BBC está a produzir alguns filmes baseados nos livros, e Keneth Brannagh será Wallander. O que me parece bem, ainda que demasiado magro para o papel.
Já agora, um pedido às editoras nacionais, edita-se tanto lixo por cá, porque não a série sueca de telefilmes de Kurt Wallander (na imagem)? Com o devido marketing tudo se vende.
9/10


publicado por wherewego às 21:07

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

13

26

27
28
31


arquivos
2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2007:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2006:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2005:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2004:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


pesquisar
 
comentários recentes
"Pandev nao mentiu" "Pandev no mintió"
Jornalistas desportivos madrilenos desrespeitam DI...
Don Andrés Amorós Guardiola.....¿Mourinhista?
forcinha amigo :)
se calhar eles arrumam as coisas por secções: mass...
olha que tu também tens as tuas taras a arrumar co...
Já eu tenho no policial um dos meus géneros de ele...
Policiais nunca foi algo que me atraísse muito par...
Na minha opiniao, investir em gato fedorento é sem...
ah... a riqueza de descrever as coisas simples! go...
subscrever feeds
blogs SAPO