24.06.06
Há muitos fundamentalismos no mundo. Diversos e de diversas naturezas.
Não deixa de ser interessante que a FIFA repreenda publicamente um seleccionador (o Mexicano) por fumar no banco. Não se sabe se pelo exemplo, se com medo que os jogadores fumadores-passivos joguem menos, ou aguentem menos nas canetas, se por outra razão qualquer.
A verdade é que em situações destas, a FIFA é peremptória. Fumar no Campeonato do Mundo é que não.
Já no campo das arbitragens, a coerência não é a mesma, e quando alguém borra a pintura, bem a FIFA deixa os seus organismos agirem e não diz o que pensa duma forma tão peremptória.
De que estou eu a falar? Dos três cartões amarelos (três!!!) mostrados por Graham Poole ao mesmo jogador no terceiro jogo da Austrália. Fumar é um mau exemplo, e a FIFA reaje, agora que uma equipa de 4 árbitros ligados entre si por um sistema de audio não dê pelo erro, e toda a gente ache normal...é no mínimo...desconcertante.
Nota: só estou a falar dos 3 amarelos ao mesmo jogador. Mas, se alguém viu o jogo deve concordar que foi uma das piores arbitragens deste mundial, e a mais tendenciosa. Porque é que não mandaram o senhor logo para casa?
publicado por wherewego às 22:35

mais sobre mim
Junho 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
15
17

23

25


arquivos
2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2007:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2006:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2005:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2004:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


pesquisar
 
comentários recentes
"Pandev nao mentiu" "Pandev no mintió"
Jornalistas desportivos madrilenos desrespeitam DI...
Don Andrés Amorós Guardiola.....¿Mourinhista?
forcinha amigo :)
se calhar eles arrumam as coisas por secções: mass...
olha que tu também tens as tuas taras a arrumar co...
Já eu tenho no policial um dos meus géneros de ele...
Policiais nunca foi algo que me atraísse muito par...
Na minha opiniao, investir em gato fedorento é sem...
ah... a riqueza de descrever as coisas simples! go...
blogs SAPO