30.01.07
Agradeço ao ebay.
Comprei os seis primeiros livros da colecção Cadfael no ebay por 9€.
Ando a ler o primeiro, A Morbid Taste for Bones.
E estou a ter o tempo da minha vida!
Cadfael é um monge no séculoXIII, e tem queda para detective. Viveu o que tinha a viver, passou pelas cruzadas, e cansou-se entrando para um mosteiro.
É nesse mosteiro, tratando do seu jardim, que o vamos encontrar.
O prior do Mosteiro decide que o seu mosteiro precisa de um santo, mosteiro sem santo padroeiro não é mosteiro.
Encontra-se uma santa em Gales, quase desconhecida, e pouco tida em conta, até pelos seus párocos.
Forma-se um grupo e partem para Gales para buscar os ossos da Santa.
Aqui deparam-se com a teimosia e intransigência de alguns locais, e o principal opositor é morto.
É aqui que começa o divertimento, e é aqui que me encontro.
Cadfael encontra-se publicado em Portugal pela Europa América, naquelas edições com letras quase minúsculas, e as primeiras séries televisivas encontram-se já editadas em Portugal.
tags:
publicado por wherewego às 09:02

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Janeiro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
13

14
17

27

28


arquivos
2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2007:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2006:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2005:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2004:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


pesquisar
 
comentários recentes
"Pandev nao mentiu" "Pandev no mintió"
Jornalistas desportivos madrilenos desrespeitam DI...
Don Andrés Amorós Guardiola.....¿Mourinhista?
forcinha amigo :)
se calhar eles arrumam as coisas por secções: mass...
olha que tu também tens as tuas taras a arrumar co...
Já eu tenho no policial um dos meus géneros de ele...
Policiais nunca foi algo que me atraísse muito par...
Na minha opiniao, investir em gato fedorento é sem...
ah... a riqueza de descrever as coisas simples! go...
subscrever feeds
blogs SAPO